16 de janeiro de 2013

Chavismo ao tucupi

Esse negócio do chefe do Poder Executivo intervir nas eleições para o comando do chefe do Poder Legislativo é um problema pequeno diante de tantos outros que afetam as pessoas.

Fiquei imaginando aqui, que babaquice essa minha de falar sobre "separação de poderes?". 

Os governadores sempre mandaram nos deputados. Isso é normal.

O povo, com seus muitos problemas, nem liga para uma questão constitucional e republicana dessas.

Imagina se um cidadão que acorda com o ladrão dentro de casa vai pensar em independência entre os poderes? O outro que sai quatro da manhã, lá do Distrito Industrial, de bicicleta, enfrentando a falta de ciclovias, para chegar as sete na obra, trabalhar até às cinco da tarde, vai pensar em República.

O chavismo é que está certo, se a Constituição, um velho papel cheio de letras, diz que o presidente tem que tomar posse para o vice exercer o mandato e o presidente, impossibilitado, não pode atender a constituição, então, mude-se a constitução, ora pois!
Mas aqui eles não mudam a constituição, apenas ignoram, é o nosso chavismo ao tucupi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário