15 de dezembro de 2010

Corte da OEA condena o Brasil no caso da Guerrilha do Araguaia

A Corte Interamericana de Direitos Humanos, da Organização dos Estados Americanos, condenou o governo brasileiro a investigar a execução e o desaparecimento de 62 prisioneiros da guerrilha do Araguaia.

O presidente da Corte Interamericana, Diego García-Sayán, estará em Belém em janeiro de 2011, provavelmente dia 28, segundo informou-me o presidente da OAB – Pará, Jarbas Vasconcelos.

A Corte Interamericana só condenou o Brasil porque até hoje, 30 anos depois da democratização, após cinco presidentes civis, nenhum governo foi capaz de dar uma resposta satisfatória a uma tragédia que marca a nossa história, envergonha os contemporâneos e coloca dúvidas relevantes para as futuras gerações.

Para conhecer o inteiro teor da sentença da Corte Interamericana basta clicar em Brasil Condenado.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário